• Videira 20/04/17 | 08:15:43
  • João Ataídes comemora 50 anos na BRF Videira
  • Reconhecimento e gratidão resumem o sentimento da empresa
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Assessoria de Imprensa
  • Foto: Divulgação

A manhã da última terça-feira(18) foi diferente de todas as outras manhãs dos últimos 50 anos para colaborador João Ataídes Silva. É que a data marcou a comemoração das suas cinco décadas de trabalho dedicados à BRF e, por isso, ela foi comemorada de forma muito especial, entre colegas, supervisores e a direção da Unidade de Videira. O homenageado, entretanto, de nada sabia até que chegou ao corredor de acesso ao seu setor de trabalho.

Lá, ele encontrou seus colegas que, em coro, lhe felicitaram por mais esta importante conquista. Seus olhos lacrimejaram e foi difícil segurara a emoção ao relembrar tudo que se passou. "Foi um momento muito especial para mim. Me senti valorizado, importante para a minha empresa mas quem na verdade agradece sou eu, pela oportunidade que me foi concedida, 50 anos atrás", disse ele, emocionado.
A referência faz jus à sua conquista de um lugar para trabalhar, ainda em tenra idade, aos 14 anos, no ano de 1967. "Eu precisava abraçar e não largar o emprego que conquistei e isso graças a Deus aconteceu. Lá se vão 50 anos e eu estou muito feliz. Tenho certeza que faria tudo novamente, porque tive muitas conquistas com a força do meu trabalho", relata ele que até hoje, todos os dias, cumpre sua jornada na empresa.

"Para nós, reconhecer o empenho, a dedicação e o comprometimento de colaboradores como o João Ataídes é muito importante, porque sabemos o valor inestimável que eles têm para a nossa companhia, que se fez grande por conta de pessoas como ele", destacou o gerente industrial Giovani Lazzarin Mendonça. "Nos serve de inspiração e de exemplo para as novas gerações, mostrando claramente que, quando se quer, tudo se alcança", destacou.

A homenagem a João Ataídes teve ainda um café da manhã especial com seus colegas de setor e a empresa lhe entregou um certificado pelas cinco décadas de trabalho na BRF. Neste ano, ele também será um dos homenageados no programa Nossa Gente Nossa História, que acontece em setembro.

A HISTÓRIA DE JOÃO ATAÍDES

Foi por um destes muitos acasos da vida, que João Ataídes Silva veio para em Videira. Ele morava em São José do Cerrito quando, aos 8 anos, teve um problema de saúde provocado por uma queda. Naquelas paragens, os recursos eram poucos e a alternativa era mudar para um lugar maior, com hospital e médico. Aconselhado, seu pai juntou as coisas e para cá rumou, trazendo na bagagem a esperança de um futuro melhor, com saúde e oportunidade para o filho. 

Início dos anos 60, a então Perdigão despontava próspera e ajudava a escrever a história da recém-criada Videira. O pai, João Batista, logo se arrumou na empresa assim como os irmãos. E João Ataídes dividia-se entre as peraltices da infância e o tratamento médico que, enfim, lhe curou do trauma. Em 1967, quando completou 14 anos, ouviu de sua mãe que ele devia pedir emprego na empresa, seguindo o que já haviam feito seu pai e seus irmãos. Parceiro da vontade e inimigo da preguiça, João Ataídes pediu colocação num dia e começou trabalhar no outro.

Ajudava na limpeza e no espostejamento de suínos. Depois do seu turno, entregava leite pela cidade e fazia outras atividades para manter-se ocupado. Com vontade e curioso, queria aprender a desossar, ofício em que se tornou quase mestre. Passou ainda por outros setores nestes 50 anos e em cada um deles, deixou sua marca como funcionário dedicado, apegado à família e responsável. Em 1977, casou-se com Marcely e desta feliz união, vieram os filhos Juliane, Fabiana e Júnior.

SEMPRE SABER MAIS

João Ataídes, por sua busca de sempre querer saber mais sobre os processos, tornou-se uma referência dentro da empresa, servindo de exemplo para os funcionários mais novos. Acompanhou, também, a evolução dos equipamentos, a expansão da Unidade e o crescimento da companhia, que hoje fabrica alimentos apreciados em mais de 100 países do mundo. Ser testemunha deste crescimento, para ele, foi uma honra que o tempo não irá apagar, porque é uma conquista sua.

Nestes 50 anos também percebeu, desde sempre, uma grande preocupação com as pessoas e sua segurança. Por isso, destaca que o processo de SSMA é o maior exemplo da importância que a BRF confere para seus funcionários. Nestas cinco décadas trabalhando dentro da Unidade, João Ataídes também formou um enorme leque de amizades, fazendo da convivência na empresa, uma segunda família.

Atualmente, ele empresta sua competência para o setor de mortadela, onde mais uma vez aprendeu uma atividade nova, inclusa em seu vasto currículo na companhia. Grato pela oportunidade oferecida lá em 1967, ele destaca que a melhor forma encontrada para agradecer a empresa pela oportunidade, foi trabalhar com dedicação, compromisso e responsabilidade, fazendo valer a aposta nele feita, 50 anos atrás.

Do menino quieto e doente, que queria apenas lutar para sobreviver, João Ataídes herdou a coragem de seguir sempre em frente, sem jamais desistir. E hoje, esses mesmos olhos que antes vislumbravam a terra nova, agora assistem seu reconhecimento chegando, lhe embalando em agradecimentos e homenagens. Porque a sua história, também é a história da BRF Videira.

 

comentários