• Saúde 10/08/18 | 08:18:49
  • Por que a preocupação com a aparência está cada vez maior?
  • Psicóloga fala sobre padrões de beleza e aceitação
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Central de Jornalismo RBV Rádios e Rádio Videira
  • Foto: Imagem ilustrativa/ Divulgação

O Brasil é o segundo país do mundo onde mais se realizam cirurgias plásticas, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica estima que 3,5 mil procedimentos estéticos são realizados todos os dias no país.

A busca pelo corpo perfeito aliada a facilidade de realizar procedimentos são, por muitas vezes, o que levam as intervenções estéticas mal sucedidas aos noticiários. Pacientes que confiam em profissionais não preparados e métodos duvidosos pagam, em muitos casos, com a própria vida.

Diante disso, a psicóloga Miriam Dal Sasso Rechia destaca que é necessário discutir sobre os padrões de beleza - modelos que definem o que é considerado belo pela sociedade.

A influência dessas regras, que nem sempre são explícitas, existe e tem consequências reais. Por isso é preciso estar atento a alguns sinais que indicam que o cuidado já deixou de algo positivo para que se torne prejudicial para o indivíduo.

Neste mesmo sentido, a psicóloga Miriam também destaca que é necessário separar o que é um corpo saudável do que é um corpo perfeito.

Em meio a tantas influências externas, talvez a dica mais valiosa seja a de prestar mais atenção em si mesmo, buscar a aceitação com menos cobranças.

Apesar de a busca por padrões de beleza ser mais relacionado a elas, as operações estéticas estão se tornando cada vez mais comuns entre os homens, o que reforça ainda mais a importância da conscientização coletiva a respeito do assunto.

comentários