• Geral 20/03/19 | 08:45:12
  • Colheita e venda de pinhão estão proibidas até 1º de abril
  • Período de defeso visa proteger a regeneração das araucárias
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Jornalismo Rádio Videira/ Polícia Militar Ambiental
  • Foto: Polícia Militar Ambiental

A Polícia Militar Ambiental está intensificando o patrulhamento nos locais que comercializam pinhão, devido ao grande número de apreensões registradas nos últimos anos.

Com este alerta, a corporação pretende evitar que o consumidor compre pinhão durante o defeso (período de proibição), pois além de fazer mal à saúde, por não estar "maduro", a venda do pinhão nesta época impede a regeneração das araucárias, espécie da flora ameaçada de extinção, dificultando a dispersão de suas sementes e sua continuidade no ambiente natural.

Quem for flagrado desobedecendo a lei pode receber pena de um a três anos de prisão, e/ou multa. A colheita e comercialização estarão autorizadas a partir do dia 1º de abril.

comentários