• Geral 19/03/19 | 09:07:17
  • Dia do artesão: um ofício preservado pela exclusividade
  • Conheça a história de Benedicto Boca
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Jornalismo Rádio Videira
  • Foto: Rádio Videira

Ao longo dos anos, o avanço da tecnologia implicou em muitas mudanças no cotidiano. No mercado de trabalho não foi diferente - profissões deixaram de existir, atividades realizadas até então por trabalhadores passaram a ser feitas por máquinas.

Em tempos de produção em escala, é inegável a valorização do trabalho manual e sua exclusividade. Neste contexto é que surge o ofício de artesão, cujo dia é lembrado nesta terça-feira, 19.

Pensando em valorizar àqueles que se dedicam ao segmento, a Rádio Videira conversou com Benedicto Boca, de Videira, que há oito anos trabalha com a produção de peças em MDF. Tendo migrado da marcenaria, após se aposentar viu no artesanato uma possibilidade de agregar renda, além de ser uma forma de manter corpo e mentes ativos. A ideia tem dado tão certo que ele está ensinando o neto para que possa dar continuidade ao ofício.

Ouça a entrevista:


comentários