• Geral 07/12/18 | 08:52:14
  • Cesta básica registra aumento de 1% em Videira
  • Alteração ocorreu entre os meses de outubro e novembro
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Jornalismo Rádio Videira
  • Foto: Imagem ilustrativa/ Divulgação

A pesquisa realizada pelo professor e pesquisador Luiz Carlos Bondicz, que acompanha mensalmente a variação de preços da cesta básica de alimentos comparativamente a metodologia e indicadores utilizados pelo Diesse, registrou o valor de R$ 372,85 no mês de novembro deste ano, em Videira.

Os dados de novembro apontam que o valor da cesta básica corresponde a 39,08% do valor do salário mínimo, enquanto que na capital do estado, Florianópolis, o valor da cesta básica de R$ 454,87 corresponde a 47,68%, evidenciando uma diferença de 22% entre os valores apurados nas pesquisas nas duas cidades.

No período de outubro a novembro deste ano, foi registrada uma variação de 1% no valor da cesta básica em Florianópolis passando de R$ 450,35 para R$ 454,87. Enquanto isso, em Videira, a variação foi de 1,02%, passando de R$ 369,09 para R$ 372,85.

Em Videira, na variação em novembro comparado com o mês de outubro de 2018, dentre os 13 itens pesquisados e que compõem a cesta básica, 8 itens apresentaram aumento no valor médio, sendo a batata inglesa (19,55%); o feijão preto (4,77%); o tomate (2,69%); o óleo de soja (2,12%); a farinha de trigo (1,89%); a carne bovina (0,83%); a manteiga (0,24%); e o arroz (0,24%). O pão francês foi o único produto que se manteve estável. Na lista, outros 4 itens apresentaram redução no valor médio, sendo o café moído (-0,89%); o açúcar cristal (-1,66%); o leite longa vida (-5,79%) e a banana caturra (-10,03%).

Em novembro de 2017 a pesquisa havia identificado o valor de R$ 353,26 para a cesta básica em Videira.

A pesquisa realizada apontou que a variação acumulada no valor da cesta básica no ano de 2018 está em 7,38% e a variação nos últimos 12 meses está em 5,55% indicando reflexos da sazonalidade e readequação nos preços dos alimentos.

comentários