• Geral 03/09/18 | 10:23:20
  • Negada liberdade a condutor que provocou acidente na SC-135 em Tangará
  • Acidente resultou em um óbito
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Jornalismo Rádio Videira/ Michel Teixeira
  • Foto: Divulgação

A juíza Marta Regina Rahnel negou na última sexta-feira (31) pedido de liberdade provisória a R.S.V., 31 anos, acusado de provocar acidente que resultou na morte de Altevir Denardi, 59 anos. O fato ocorreu na noite do dia 25 de julho na SC-135 em Tangará. O acusado, natural de Machadinho/RS e morador de Videira, teve a prisão em flagrante convertida em preventiva, e permanece recolhido à disposição da justiça.

A defesa do acusado pleiteia a desqualificação do crime de homicídio qualificado para homicídio culposo. Em sua decisão a magistrada destacou que "somente poderá ser analisada após a instrução processual" e manteve a prisão preventiva do condutor.

"Constato que as suas motivações - garantia da ordem pública a partir da periculosidade em concreto do acusado e necessidade de firme resposta do Poder Judiciário ao caso - ainda persistem e, portanto, servem de sustentáculo para a manutenção da cautelar prisional", anotou.

O condutor foi preso pela Polícia Militar logo após a colisão frontal, ocasionada por uma ultrapassagem em local proibido e realizada no período noturno.

O acidente

O acidente ocorreu por volta das 18h45min do dia 25 de julho e provocou a morte de Altevir Denardi, 59 anos, morador de Tangará. Denardi conduzia uma Brasília com placas de Tangará, ficou preso nas ferragens e precisou ser desencarcerado pela equipe do Corpo de Bombeiros de Tangará, após foi encaminhado ao Hospital Divino Salvador de Videira, porém não resistiu. O Samu de Tangará prestou auxílio.

A ocorrência foi registrada na localidade de Duas Pontes e envolveu o Audi com placas de Videira conduzido por R.S.V. A Polícia Militar de Tangará esteve no local até a chegada da Polícia Militar Rodoviária de Ibicaré.

comentários